Rui Lage — Caça Grossa

by manuel margarido

 

 

CAÇA GROSSA


Entopem o gargalo da toca

espetando o nariz, calcando

esquivo lagarto pateando

ossinhos de rato no Éden

de outra vida

enquanto das élficas orelhas

sacodem dejectos de sol:

duas raposas recém-nascidas.


Indiferentes ao milhafre

e à doninha,

em qualquer colo felizes

de qualquer leite beberiam.


Mas na aldeia,

numa porta de estábulo

imunda e carunchosa

o sangue secou no ruivo pêlo

e na materna cabeça a pólvora

onde a bala deu entrada.


Lage, Rui, Corvo, Vila Nova de Famalicão: Quasi Edições, 2008 − encontrado aqui.

 

«mummified fox», david bolwell © david bolwell, via Deviantart (D.R.)

Advertisements