Delfim Lopes | No cumprimento do Devir

by manuel margarido

Do livro de estreia literária de Delfim Lopes, um poema.

VII

Como se não bastasse já
o sol ao ocaso
tal como a chapa gasta
ou ouro falso
Não chegasse o seu dinheiro sujo
e vem-me ainda
essa metáfora velha como
uma puta para
fechar o dia com a sua
chave de prata

a lua

Delfim Lopes, No Cumprimento do Devir, Lisboa: Edição de Autor, 2013.

Night_Dancer___by_tju_tjuu

Advertisements