Miguel-Manso — STATUS REPORT

by manuel margarido

 

sou comarca onde parou de chover

e quem não se lembra da sanguechuva

que foi em tempos este coração

 

já não tenho a vida toda (faço trinta

o mês que vem) e a verdade é que nem

na morte se pôde alguma vez confiar

 

muito mal contado isto da morte

 

Miguel-Manso, Santo Subito, Lisboa: Os Carimbos de Gent, Março de 2010 (edição de autor)

 

«life and death», via Deviantart (D.R.)

 artigo na Visão Online sobre o autor.