Mário Cesariny — Uma Certa Quantidade

by manuel margarido

Uma certa quantidade de gente à procura
de gente à procura duma certa quantidade

Soma:
uma paisagem extremamente à procura
o problema da luz (adrede ligado ao problema da vergonha)
e o problema do quarto-atelier-avião

Entretanto
e justamente quando
já não eram precisos
apareceram os poetas à procura
e a querer multiplicar tudo por dez
má raça que eles têm
ou muito inteligentes ou muito estúpidos
pois uma e outra coisa eles são
Jesus Aristóteles Platão
abrem o mapa:
dói aqui
dói acolá

E resulta que também estes andavam à procura
duma certa quantidade de gente
que saía à procura mas por outras bandas
bandas que por seu turno também procuravam imenso
um jeito certo de andar à procura deles
visto todos buscarem quem andasse
incautamente por ali a procurar

Que susto se de repente alguém a sério encontrasse
que certo se esse alguém fosse um adolescente
como se é uma nuvem um atelier um astro

Mário Cesariny, Pena Capital, Lisboa: Assírio e Alvim, 2004 (3.ª edição)

 

«Linha d`Água» (s/d), Mário Cesariny —óleo sobre madeira, colecção MAC

(clique para ampliar)

  Página sobre Mário Cesariny D.-G. L. B.)

  Página sobre Mário Cesariny enquanto artista plástico, artigo de Bernardo Pinto de Almeida, Agulha, Revista de Cultura.

Advertisements