Manuel Gusmão — morreremos repetidamente sobre esta praia, nas margens da luz.

by manuel margarido

 

 

morreremos repetidamente sobre esta praia, nas margens da luz.

A rosa declina a sua autobiografia, obliquamente caindo

sobre quilómetros e quilómetros de florestas insistentes,

sobre a sombria arquitectura desta terra longamente apaixonada,

sobre a rosa que sobe até à aérea metalurgia das nuvens.

Gusmão, Manuel, Dois sóis, A Rosa / a arquitectura do mundo, Lisboa: Editorial Caminho, 1990

 

Hind alNuaimi © Hind alNuaimi, via Deviantart (D.R.)

 

Links Relacionados:

Recensão crítica ao livro, por Maria Aliete Galhoz, na Revista Colóquio/Letras 129/130 (2003)

Anúncios