Nuno Moura – «Vasquinho Dasse – Histórias muito pequenas e muito más»

by manuel margarido

Agora que consta estar para breve novo livro do Nuno Moura (rejubilemos), é boa altura para lembrar, dez anos depois, a publicação de O Livro dos Livros ou (respiremos fundo) «Hélice Fronteira – gosto dos mesmo livros que tu. Regina Neri – o monstro do entrepernas. Vasquinho Dasse – histórias muito pequenas e muito más. Ivo Longomel – piudefule. Adraar Bous – beauty conteste talcum powder. Robes Rosa – teatro para cães. Estevão Corte – estudo sobre a sexta-feira 13. Alexandre Singleton – relatório & contas». O volume, de 307 + V páginas, ainda pode ser encomendado no site da Mariposa Azual e serão os 9,80€ mais bem gastos para quem goste, claro. E para quem queira conhecer. Do “Indiciado” Vasquinho Dasse 123 textos, histórias muito pequenas e muito más. Aqui se deixam as primeiras seis.

"Rescue Me", succhio.luce © succhio.luce via Deviantart


1.

Uma mulher vai na parte mais bonita da rua.


O seu gelado passa de boca em boca no passeio contrário

mas pouco dos galos a combusta.


Apetece-lhe chegar a casa e pôr a cabeça sobre os pêlos

do peito.


Ficava-lhe bem uma barba postiça lá para baixo

mas há muito tempo que não o faz.


Um cigarro antes de ir dormir.

Um beijo para acordar o charlie brown.

A camisola da ginástica perto do saco perdido de frio.


2.

Foi trágico.


O homem respondeu ao assobio para cão.


3.

Nos quartos por cima do alterne viking choque dance bar

uma mulher veste uma roupa própria para sair.


Não diz nada ao príncipe nem às colegas.


4.

Na cervejaria número noventa à esquina

em fora de horas

o feiticeiro não resiste em levar um chocolate para os

seus miúdos.


5.

A c-mais-s tinha instalações com pessoas dentro de

cadeiras

em salas abrancadas.


Como ele esperava uma aparição, tinha os olhos

vermelhos.


Acendeu o cachimbo. Atrasada como sempre ela viria

para a aula

das oito e meia.


Quando ele for o reitor, ou o governador, vai dizer que

quer governar muitos anos

e a rapariga vai dar-lhe um grande beijo entre as pernas.


Para ela é abraçar o poder.

Para ele é o cheiro do cloro que ela traz depois dos

treinos.


6.

Apanhou um táxi e disse, – um desastre quanto é?

MOURA, Nuno, “O Livro dos Livros” (Hélice Fronteira – gosto dos mesmo livros que tu. Regina Neri – o monstro do entrepernas. Vasquinho Dasse – histórias muito pequenas e muito más. Ivo Longomel – piudefule. Adraar Bous – beauty conteste talcum powder. Robes Rosa – teatro para cães. Estevão Corte – estudo sobre a sexta-feira 13. Alexandre Singleton – relatório & contas), Lisboa: Mariposa Azual, 2000.