José Tolentino de Mendonça – “Para ler aos Noviços”

by manuel margarido

Colecta da selecção “Resumo –  a poesia em 2009“, edição da Assírio & Alvim. Um poema de José Tolentino de Mendonça, um dos quatro escolhedores que organizaram o volume.

Para ler aos Noviços


Deus não aparece no poema

apenas escutamos a sua voz de cinza

e assistimos sem compreender

a escuras perícias


A vida reclama inventários e detalhes

não a oiças

quando inutilmente perscruta as sequências do seu trânsito


Só há um modo verdadeiro de rezar:

estende o teu corpo ao longo do barco

que desce silencioso o canal

e deixa que as folhas mortas dos bosques

te cubram

Fisherman biplavC © biplavC via Deviantart

in “RESUMO, a poesia em 2009″, Lisboa: Assírio & Alvim, 2010

originalmente publicado em: Mendonça, José Tolentino de, “O Viajante Sem Sono”, Lisboa: Assírio & Alvim, 2009