Concurso Faça Lá Um Poema

by manuel margarido

«Por ocasião da comemoração do Dia Mundial da Poesia 2010, que se realiza no CCB no dia 21 de Março, o Plano Nacional de Leitura e o Centro Cultural de Belém, numa iniciativa conjunta, lançam um desafio às escolas, convidando-as a participarem num Concurso de Poesia. Procurando incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia, o concurso Faça lá um poema destina-se a quatro níveis de ensino, desde o 1º Ciclo ao Ensino Secundário, e nele poderão participar quaisquer alunos de escolas públicas ou privadas. A entrega de prémios terá lugar no CCB a 21 de Março de 2010 e será integrada no programa do Dia Mundial da Poesia.» [sic] – (sublinhado meu, em bold)

Deliremos:

“Olhe, Gonçalo, faça lá um poema e ainda vai aparecer nas revistas e nos jornais e se calhar até na tevisão. Vá lá, não custa nada, escreva uns versos, sei lá, pode ser sobre o amor, você já deve saber o que é o amor… ou sobre os pobrezinhos, também é um tema giro; ou sobre o ambiente, pe’cebe, com o ambiente é capaz de ganhar, porque está muito na moda. Vá lá, faça um poema e ainda vai ver que vence, o Gonçalo é um vencedor, sabia?… Se quiser eu corrijo os erros de português, ‘tá bem? Sim, pode comer um éclair, mas não se esqueça… faça lá um poema”.

O Plano Nacional de Leitura tem vários méritos, estabelecendo e caucionando pontes entre autores, leitores, escolas, editoras, muitas vezes  acertando com critério. O Centro Cultural de Belém muitos outros méritos terá. Mas há pérolas de retórica que são, sei lá… um acontece a todos.

"Surprise", ilustração de Norman Rockwell

(clique para ampliar)