Dia Mundial da Criança… pois.

by manuel margarido

'dados de 2007'

(clique para ampliar)

Acredito em poucas coisas: nos direitos humanos; na liberdade individual, política, religiosa e económica; na rule of law e na bondade intrínseca; no património ambiental que nos foi legado; na ars, gratia artis, em especial na poética que nos foi deixada pelos homens. E acredito nas crianças. Dito isto, acho obscena a existência de um “Dia Mundial da Criança”. Serve para quê? Para nos lembrar, a um de Junho, o que ignoramos o resto do ano? Assinala o quê? As causas directas (pobreza, fome, doenças) que matam 25.000 crianças por dia (oito dezenas (80!), enquanto fumo um cigarro)? A hipocrisia e inutilidade destas coisas deixa-me ligeiramente nauseado.

"Não posso comemorar. Estou a trabalhar numa mina de safiras, no Madagáscar. Gostaram do filme?" © Roberto Schmidt/AFP/Getty Images

'Não posso celebrar. Estou a trabalhar numa mina de safiras, no Madagáscar. Gostaram do filme?' © Roberto Schmidt/AFP/Getty Images

(clique para ampliar)