Pérolas (18) – O press release

by manuel margarido

Um leitor atento faz-me chegar esta verdadeira pérola de divulgação de uma obra, neste caso sob a forma do famigerado press release. Não conheço os autores do livro, que provavelmente não terão qualquer responsabilidade no assunto. Mas será que ninguém leu esta prosa inenarrável e serôdia duas vezes?

“Apresentação da obra Nuno Álvares Pereira – A demanda do Mestre de Avis e a vida do Santo Condestável, da escritora Isabel Ricardo, na FNAC Chiado, no dia 17 de Abril de 2009, às 19:00 horas.
Nuno Álvares Pereira – A demanda do Mestre de Avis e a vida do Santo Condestável, é a obra eminente que declara como causa retratar a época, os factos e figuras históricas, em particular, a vida de D. Nuno e a personalidade do homem, chefe militar, estratega de batalhas, personagem heróica, figura histórica, e benfeitor, que arrebatou as gentes de boa fé do tecido social e político português. Na esteira de uma crise dinástica que D. Nuno soube enfrentar com audácia e sapiência, é de suma importância que todos os leitores portugueses possam testemunhar e revigorar a virtuosidade e os valores que regeram a conduta do Santo Condestável perante as vicissitudes da sua vida, feitos militares, familiares, sociais e conventuais. Uma incitação literária para uma sociedade mais justa e fraterna. Um forte apelo para a dignificação da vida, de um melhor humanismo partilhado, através duma reflexão conciliadora de lealdade para com a identidade do país, que ajuda a responder aos desafios do tempo presente.
Apresentação a cargo dos seguintes membros:
Dr. Alexandre Patrício Gouveia – economista de formação, prestou consultoria a diversos Ministros e ao Gabinete do actual Presidente da República, Cavaco Silva. Empresário reconhecido e singular, que em paralelo, elabora a aliança sem mácula do homem com a História e com a cultura portuguesa – um excepcional impulsionador do nosso legado.
Isabel Ricardo – escritora ligada ao seu húmus natal, a Nazaré, e detentora de uma capacidade de manifestação da “alma colectiva”, que origina nos leitores a autoconsciência do nosso património e figuras activas da História de Portugal. Com mais de 20 títulos publicados para os leitores mais jovens, a sua expressão reflecte uma eloquência sóbria e depurada apoiada pela Planeta Editora, que publica os seus romances históricos de peculiar qualidade.

'Estás tramado, Pereira! o Carmo fica ao pé da FNAC Chiado!'

'Estás tramado, Pereira! o Carmo fica ao pé da FNAC Chiado!'