Novos Poetas (32) – José Carlos Barros

by manuel margarido

Um amusement do autor que, a brincar, acerta em todas (o inesquecível canastrão Zefirelli!). →Via o magnífico Quintas de Leitura.

(Nota: aborreci-me com a numeração romana, sobretudo pela extensão que ocupa. E pela mancha. Funciona bem em papel. No blogue não. Lá terei de voltar atrás e renumerar tudo. Melhor. Um destes dias será.)

O AMOR MAIOR


por ti eu fazia tudo meu amor

eu candidatava-me às autárquicas

eu via um filme do zefirelli

eu até corria a

filha da puta da meia

maratona da nazaré

a pé coxinho

José Carlos Barros

'cheguei, amor, todo roto por ti'

'por ti, amor, cheguei... todo rotinho'