A Índia na Lua (1)

by manuel margarido

«Cesse tudo o que a Musa antiga canta,

Que outro valor mais alto se alevanta»

Isto escrevia Camões n’ Os Lusíadas. Pois cesse o incensar da viagem do Gama desbravando a rota da Índia. Posto que esta nação, este quase sub-continente, acaba de iniciar a jornada (não tripulada, é certo) do caminho celeste para a Lua (já descoberto, também é certo). A Índia, com 1.150 milhões de habitantes (arredondando, já se vê), detentora do 4º maior Produto Interno Bruto do mundo o qual, quando dividido per capita, tomba fragorosamente para 165º (num raro exemplo de equidade na distribuição da riqueza) foi, repete-se, à Lua. Talvez para deixar o Paquistão roído de inveja. Talvez para se distrair dos problemas que enfrenta no trivial mundo terreno. Onde largos milhões lutam todos os dias para desbravar o rumo impossível para alcançar a sobrevivência.

'tás com a cabeça na Lua?'

'tás com a cabeça na Lua?'

Damcherra, India: Labourers manouvre a pontoon of bamboo to market using the current of a river
Photograph: Bapi Roy Choudhury/AFP