Os afectos franco-alemães

by manuel margarido

'Mitterand e Kohl'

Mitterand e Kohl

Seria hilariante, se não fosse para considerar. Angela Merkel não gosta do contacto físico demasiado ‘efusivo’ com que Nicolas Sarkozy alegremente a saúda. E recorreu mesmo à via diplomática para fazer o engulho chegar ao conhecimento de ‘Sarko’. Das duas uma: ou a férrea amizade franco alemã já teve melhores dias, ou Sarkozy anda com as hormonas aos pulos. Nesta última hipótese, e considerando a sua cônjuge, é caso para dizer que os genes húngaros do atrevidote francês lhe forneceram carradas de hormonas. Com Merkel é mesmo necessário uma bela dose. Eu, que ainda me lembro de ver François Mitterand e Helmut Kohl de mãos dadas, pasmo com o argumento da ‘cultura’. E, por uma vez, tenho dó de Pedro Santana Lopes, esse outro grande afectivo. Apanhou porrada grossa por causa de um comunicado a desmentir uma sesta. Não me parece mais irrelevante que este patusco episódio.

'deslarga-me!'

'deslarga-me!'