The Great American Songbook (IX) – Ev’ry Time We Say Goodbye

by manuel margarido

O terceiro e último debate entre os candidatos às Eleições Presidenciais dos E.U.A. é amanhã à noite. Para muitos comentadores, John McCain tem aqui a sua última oportunidade para subir nas sondagens. É um debate ‘make-or-break‘, para os candidatos, dizem eles, ‘ou vai ou racha’, dizemos nós. Uma forma de McCain começar a dizer adeus, digo eu, que tomo partido.

*

Ev’ry Time We Say Goodbye. Cole Porter ainda aqui não tinha chegado, mas entra pela porta grande, com uma canção imortal (1944), amada desde os modestos ouvintes de rádio dos fifties até aos mais apurados gostos ‘jazzísticos’. Para todos os gostos. Sem desprimor para outras versões, aqui fica a mais que lenta e vil solidão que só Nina Simone podia conferir à canção. (não há nada para ver, apenas um still com o que parece ser a capa de um disco. Melhor. Ouça-se, apenas. Não é pouco.)