O mesmo e o seu contrário

by manuel margarido

Na edição online do Correio da Manhã da Quarta-Feira passada, surgem, consecutivos, no scroll-bar de notícias, estes dois links, separados por 11h e 30m:

02 Setembro 2008 – 11h45 UE confirmou parceria com Rússia
02 Setembro 2008 – 00h30 UE ameaça rever laços com Rússia

Mudança de posição mais rápida que esta só mesmo a declaração de Luís Amado, “Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal”, proferida na mesmíssima quarta-feira, pouco depois das 15h num “seminário diplomático” (oh, pérola de retórica) da UE em Varsóvia para debater o ingente tema. Citado na referida página do CM, o MENE português recordou que «os 27 adoptaram “uma posição muito firme’, mas também de grande disponibilidade para continuar o diálogo com a Rússia’». Passe a confusão das aspas, note-se que Amado foi, em simultâneo, assertivo e fulminante. O “muito firme” das 15h justifica a notícia das 00h30 minutos dessa madrugada. A «grande disponibilidade para continuar o diálogo» dá plena razão à das 11h45m. Luís Amado não precisa de 11h e 30m para colocar as coisas no seu lugar e dizer o mesmo e o seu contrário. Uma simples declaração basta-lhe. Nesta UE, Amado vai longe.

A falar assim fazem-se amigos.

A falar assim fazem-se amigos.

Anúncios